ÍMPETO – Um requisito para uma boa liderança



Artigo escrito por:


- já publicou 160 artigo(s) no blog Recursos Humanos.


Os artigos publicados pelo Administrador são de autores não cadastrados na Rede O Gerente. Veja no final do artigo os dados do autor.

requisito-para-liderancaSem dúvida alguma Moisés foi um dos maiores líderes da história do antigo testamento. Creio que todos já ouviram falar dele e mesmo que de maneira superficial sabem dos fatos que marcaram sua vida. Moisés em sua posição de influência e prestígio em meio ao povo de Israel pelo seu estilo de vida, seu caráter, suas virtudes e erros, refletem um tipo de liderança que devemos imita, pois nos deixa uma boa história para ser vivida.

É um exemplo a ser seguido, embora se analisarmos tudo que teve que viver, logo perceberá que mesmo buscando grandes resultados e sucessos, são poucos aqueles que gostariam de trilhar seu caminho, viver o seu caráter, pois com certeza, não é nada agradável ser colocado numa posição de líder em meio a um grupo de pessoas queixosas.

Na realidade Moisés tinha dois problemas graves a vencer: o primeiro, ele mesmo, o segundo, o povo que liderava.

Se de um lado o povo reclamava e murmurava de tudo ainda que fosse bom, incrédulo e desobediente, do outro, Moisés, alguém que sempre tratava de fazer tudo, personalidade forte, o seu estilo de vida, ou melhor, a sua (des) organização.

Aqui também percebemos que Deus é Deus de planos e projetos e que nada foge ou acontece fora de sua vontade. Em meio ao deserto, encontra a sua esposa Zípora e ganha como presente de Deus o seu sogro Jetro. Entenda e creia que Deus sempre colocará pessoas ao seu lado para que seja edificado, fortalecido e realize o propósito determinado por Ele.

Moisés bastante sobrecarregado recebe a visita de seu sogro Jetro que lhe sugeriu procurar colaboradores para juntos exercerem a responsabilidade de liderar. Mas para que isto tivesse sucesso, foi necessário que um processo de seleção fosse estabelecido, posteriormente uma fase de treinamento para deixar bem clara a visão e posteriormente acompanhar os seus lideres orientando e aperfeiçoando.

Isto fez com que Moisés ficasse apenas com dois problemas, do contrário seriam três: ele mesmo, o povo e seus colaboradores.

Moisés não tinha que ter apenas algumas pessoas que o ajudassem a levar o realizar a visão, chegar a Canaã, mas ter pessoas que assumissem a responsabilidade de ser líder. As posições de liderança são em muitas das vezes invejadas pelos bônus que ela promove, mas nunca se esqueça dos ônus que estão por trás dela.

Desta forma Moisés se sentiu mais preparado e apto para satisfazer as necessidades do povo e ao mesmo tempo desenvolvia as habilidades de seus colaboradores. Este é o sucesso de uma boa liderança e sem dúvida Moisés nos deixa um grande exemplo e desafio: ter a humildade necessária de reconhecer que necessitamos de outras pessoas, que há outros melhores e que sabem mais que nós.

Continuaremos,

Um grande abraço, Deus o abençoe de maneira abundante.

Autor: Marcos Paiva – Médico por profissão e Pastor por vocação e chamado de Deus. Me realizo em cuidar das pessoas necessitadas, não apenas dando-lhes tratamento médico, mas compartilhando alegria, perspectivas boas e, mesmo naqueles casos em que a medicina nada pode fazer, como homem podemos fazer algo.

Fonte: http://marcosdepaiva.blogspot.com.br/





Nenhum comentário ainda... Seja o primeiro a deixar uma resposta!

Deixe uma Resposta

Você deve estar logado para fazer um comentário.

Faça seu cadastro na Rede O Gerente. O processo é rápido e gratuito .

Google Analytics Alternative