Contrata-se líder!



Artigo escrito por:


André Vinícius - já publicou 1 artigo(s) no blog Recursos Humanos.


Consultor, professor e palestrante nas áreas de vendas, atendimento, liderança, marketing empresarial e digital, tecnologia, carreira e motivação. Envie críticas, dúvidas, sugestões e solicitações através do e-mail: andre@andrevinicius.com Para conhecer um pouco mais sobre André Vinícius acesse o site www.andrevinicius.com

Abrimos os jornais e nos deparamos com inúmeras oportunidades de empregos. Todos os dias surgem milhares de vagas para os mais diversos cargos. São anúncios de formas e tamanhos variados. Por onde quer que olhe, lá está a chamada “CONTRATA-SE”.

O mercado de trabalho está em profunda mudança. As empresas contratam e demitem em uma velocidade assustadora. Contratam o funcionário, registram, treinam e depois de três meses demitem, gerando custo e perda de tempo para a empresa.

E muitos recrutadores não conseguem entender porque um profissional que tinha todos os quesitos técnicos para o cargo não conseguiu satisfazer as expectativas da empresa. Onde está o problema? Em que ponto as empresas estão errando?

Vivemos a era do conhecimento. O capital intelectual é de extrema importância para as organizações. Nunca se deu tanto valor a cursos, workshops, treinamentos, faculdades, pós-graduações e outras qualificações que apontam que o profissional está apto a assumir um posto de comando nas empresas.

Mas será que só isso resolve? De que adianta um currículum recheado de títulos se o que vemos são profissionais inertes que estão mais preocupados em cumprir horários, cuidar do próprio umbigo e esperar os contracheques sentadinhos em suas cadeiras.

Também não podemos culpar estas pessoas que são atraídas por anúncios que dizem: 

“Precisamos de profissionais para gerenciar equipe.

 Requisitos: experiência na função, pós-graduação e fluência no inglês”.

Será que isso vai garantir o sucesso da organização? Títulos são muito importantes, mas não garantem produtividade e lucratividade. Falta atitude. Faltam profissionais que tenham vontade de vencer, brilho nos olhos, paixão pelo que fazem, comprometimento com os objetivos da organização e das pessoas que dela fazem parte.

Quem pode oferecer tudo isso pra sua empresa?

Então aí vai a dica:

Da próxima vez que quiser contratar um profissional para cuidar da sua equipe, coloque um anúncio de uma página no jornal de domingo com apenas uma frase:

Contrata-se LÍDER!

André Vinícius é consultor, escritor, professor em temas relacionados ao desenvolvimento empresarial, pessoal e tecnologia. Envie perguntas, opinião, críticas, dúvidas, sugestões e solicitações através do e-mail: andre@andrevinicius.com Para conhecer um pouco mais sobre André Vinícius, acesse o site www.andrevinicius.com. Siga-me no twitter: @professorandre





5 Respostas para “Contrata-se líder!”

  1. Bom Dia

    Gostei deste texto, pois é exatamente o que presencio onde trabalho, pois entram pessoas cheias de teorias e diplomas, mas conhecer a experiencia, ouvir quem tem mais tempo, ver como as coisas realmente acontecem e ajudar em melhoras no desempenho das tarefas, dificilmente consigo ver… Apenas uma arrogancia, por que sei muito mais do que voce, mas fazer e acontecer… Tá dificil!!!

    Diplomas não são tudo, e sim o jogo de cintura e o saber ouvir também!

  2. Olá Raquel @raquel e André @andrevinicius,

    Em minha visão o problema não está em ter ou não ter diploma, ter ou não ter experiência… mas sim na atitude. Independente da quantidade de bagagem teórica e prática, cada dia enfrentamos novos desafios profissionais, e temos que estar abertos tanto a novas idéias teóricas quanto à vivência de nossos pares… só assim podemos crescer como profissionais.

    Abraços!

  3. Olá Luiz @luizpaiva e André @andrevinicius,

    A existência de “profissionais inertes, mais preocupados em cumprir horários, cuidar do próprio umbigo e esperar os contracheques sentadinhos em suas cadeiras” é um alerta para os gestores em uma época onde a competitividade fica acirrada dia após dia e a busca por resultados é o mínimo que se espera deles.

    Quando você fala em “falta de atitude e de profissionais que tenham vontade de vencer, brilho nos olhos, paixão pelo que fazem, comprometimento com os objetivos da organização e das pessoas que dela fazem parte”, identifico essa questão como um importante enriquecimento no diálogo proposto no novo Tópico criado no Fórum do Grupo Gestão Pública!

    Siga o link http://ogerente.com.br/rede/groups/gestao-publica/forum/topic/um-sistema-de-lideranca-focado-na-excelencia/ e registre sua participação!

    Um abraço!

  4. Meus caros parceiros: ser imprescindível hoje no ambiente organizacional tornou-se coisa para poucos, porque exige estar “antenado”, exige estar disponível e aberto a novas culturas, exige estar vestindo a camisa e suando por ela!!! Muitos querem estar no meio, porém muitos poucos entendem o que significa fazer parte do todo. Persistência, conhecimento, garra, vontade de aprender e fazer bem feito fazem a diferença na sua carreira.
    Grande abraço.

  5. Concordo com Valeria Cristina, daí uma dica.

    >Persistência, tem aquele que é focado na missão.

    >Connhecimento, tem aquele que busta.

    >Vontade de apreder, tem aquele que entende as necessidades e o sensor de padrão e excelência.

    >Fazer bem feito, tem aquele que junta o comecimento e a pratica e envolve os participantes.

    >Garra, tem aquele que tam vontade e uma contra partida de estimulos e retornos em conjuto com lideres e investidotes. que impiram parcerias e não donos, chefes, patrões. Dai a expressão “Estamos juntos” tão usada até na mídia.

    > A soma de um todo é maior que das partes.

    Abraço á todos

    Adriano Farias

Deixe uma Resposta

Você deve estar logado para fazer um comentário.

Faça seu cadastro na Rede O Gerente. O processo é rápido e gratuito .

Google Analytics Alternative